fbpx

ESCOLA SEM COVID

Abaixo-assinado contra a volta às aulas precoce em São Paulo

A volta às aulas em São Paulo significa risco à saúde dos nossos filhos, das nossas famílias, das professoras, dos professores e profissionais da educação. No momento em que escrevemos este abaixo-assinado, contabilizam-se 2 milhões de contaminados e 77 mil mortos no Brasil, sendo 400 mil infectados e 19 mil óbitos no estado de São Paulo e, destes, 180 mil contaminados na cidade de São Paulo, com mais de 8 mil vidas perdidas.

Mesmo com o número de contaminados e mortes crescente, os governos estadual e municipal estão propondo o retorno precoce às aulas para o dia 8 de setembro. O governador João Dória e o prefeito Bruno Covas, por meio das secretarias de Educação, propuseram um protocolo de volta às aulas que não corresponde à realidade. Como garantir o uso de máscaras e álcool em gel por bebês, crianças e adolescentes? Como manter o distanciamento no ensino infantil, sendo que educadores precisam ter contato físico com crianças e bebês? Como garantir segurança para os educadores que já ficaram sobrecarregados com o ensino remoto e agora serão expostos a uma situação sanitária precária?

É consenso entre especialistas que ainda estamos em um estado de alerta, a pandemia não foi controlada, não temos vacina, e a população não está imunizada. Mesmo assim, os governos insistem em colocar a vida da população em risco.

Nós, mães, pais, professoras, professores, profissionais da educação, estudantes e população geral, abaixo-assinados, não compactuaremos com essa irresponsabilidade. Não vamos permitir que nossos filhos voltem a frequentar a escola sem que a Covid-19 esteja controlada

Queremos que a data de retorno proposta seja revogada; que a retomada das aulas seja feita somente quando houver segurança sanitária comprovada; e que a decisão de retorno seja tomada democraticamente pela comunidade escolar.

ASsine o abaixo-assinado